/ PIXELS / / PIXELS /

FINANCIE

DE BEATLES A YOUTUBERS: ÍDOLOS INFANTIS NA MÁQUINA CONSUMISTA. POR QUE ISSO NÃO É NADA JOINHA?

DE BEATLES A YOUTUBERS: ÍDOLOS INFANTIS NA MÁQUINA CONSUMISTA. POR QUE ISSO NÃO É NADA JOINHA?

“Faaaaaaaaaaaala, galera!!”. Começa sempre assim e daí seguem episódios ensinando a jogar jogos nos quais o sucesso é medido pela capacidade de causar danos a outros seres vivos, a se vestir, maquiar, dançar ou, simplesmente, mostrando caixas de brinquedos sendo desembaladas. Youtubers: o mais recente sucesso da indústria midiática voltada para o público infantil. Mas não, ela não começa agora. Neste texto, vamos conversar sobre a evolução estratégica desta indústria cultural, os riscos sociais - que envolvem sexismo, sexualização precoce, consumismo, violência, etc. -, as negligências legais - criança pode ter conta de Instagram?-, as lógicas deste mercado e a necessidade da legislação e controle social do conteúdo de mídia dirigido às crianças num espectro mais amplo. APOIE ESTE TEXTO!

FUNCIONA ASSIM:

Você apoia com o valor que quiser apoiar. Quando atingirmos o valor mínimo, você recebe o texto em seu e-mail e ele é publicado no site, para acesso de todos. Você contribui com a produção de informação independente, ajuda a remunerar uma mãe escritora e ajuda a manter a plataforma funcionando! É financiamento coletivo, de alguns para todos. Clique em FINANCIAR e apoie!